amores desencontrados

— Teresinha, hoje há bailarico em casa do Manuel e o Tony quer que tu vás com ele. Veste o vestido azul, quando usas calças ou calções pareces um rapazinho de doze anos.
— Um rapazinho com esta cabeleira? murmurei mal humorada.
— Está bem, levo o vestido azul que a tia me ofereceu.

Tinha nessa altura 15 anos. e ficava piúrsa, quando me davam doze anos. O que mais me irritava, era que o Manuel — 10 anos mais velho do que eu, e por quem eu tinha um fraquinho — me tratasse como se eu fosse uma criança ou como se eu fosse um boneco de porcelana.
Tony era o meu primo — mais velho do que eu seis anos — que eu considerava o maior imbecil à face da terra.

A Casa da Torre ficava a uns 2km da aldeia, onde o Manuel tinha a casa de verão. Depois do jantar lá nos pusemos a caminho. Quando chegamos, cobertos de poeira, já a festa no jardim estava no auge.
O Manuel dançava muito agarradinho à Zu, uma mulher de 45 anos, divorciada, com três filhas, a mais velha da minha idade.
O meu primo apressou-se a convidar a Dinah — a prima do Manuel — para dançar. Enquanto que eu me escondia do João — o meu único pretendente — para evitar que ele me viesse convidar.
O Filipe — um amigo do meu primo que estava a passar férias connosco na Assafora — antecipou-se na altura em
que começou a tocar 
Let's Twist Again.
Eu dançava muito mal, mas o Filipe dançava muito pior.
Numa reviravolta mais ousada, arremassei o Filipe contra um muro, e o infeliz ficou com as costas todas ensanguentadas.
O meu primo jurou nunca mais me levar com ele, mas não cumpriu a ameaça.
A minha tia não ficou preocupada com as costas do Filipe, mas sim, com o acontecimento em si, querendo saber o que me levou a proceder de uma forma tão violenta.
Eliminei as suas dúvidas sobre o comportamento do Filipe, alegando a minha falta de talento para a dança. Escondi-lhe,
no entanto, que era ao Manuel e à Zu que eu tinha vontade de atirar contra o muro.

Dois anos mais tarde, quando o Manuel me pediu em casamento, já eu não estava interessada; ano e meio depois encontrava-me em Londres a dançar nas festas mais loucas da minha vida.

Beliebte Posts